InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe|

Enfrentando um demonio em Pessoa (Narração de Hyoga)

avatar
HecateHecate
Ver perfil do usuário
MensagemAssunto: Enfrentando um demonio em Pessoa (Narração de Hyoga) Seg Dez 17, 2012 12:50 pm

Batle Song



Após ter derrotado o cisne negro, segui o caminho de Ikki, por pegadas no chão e com a utilização do faro. Uma das partes da armadura de sagitário estava com ele e eu precisava recupera-la. Nao tinha visto que aquele olho que o cisne negro arrancou tinha sido enviado para Ikki, na verdade nem dei muita importancia para o cisne negro, para mim era um lutador fraco. Havia precensiado o poder de Ikki na guerra galactica, ele derrotou o cavaleiro de Lobo e Jabu facilmente com simples golpes, aquela facilidade me incomodou bastante, porém eu era muito mais poderoso que os dois juntos.
-Droga maldição...
Notei que todas as pistas que havia juntado me levaria a uma caverna em uma montanha. De fora vi que a caverna era muito grande, precisava tomar preucaução, sabia que ele podia tentar me matar pelas costas naquela caverna. Pelo que eu tinha conhecido desse novo Ikki, acho que ele não tentaria me atacar pelas costas, depois de pensar um pouco cheguei a essa conclusão. Adentrei a caverna olhando para todos os cantos com muita atenção. Ikki devia ser derrotado e em ultimo caso morto por minhas mãos naquele momento, ele era uma ameaça a Atena e a seus cavaleiros. Senti o cosmo de Ikki, ele estava ali, tinha certeza. Após andar por bastante tempo encontrei Ikki, ele estava como sempre, sua armadura seu penteado e até seu cosmo, um cosmo cheio de raiva e ódio, ele estava sorrindo de modo sarcastico me olhando aproximar, olhei um pouco para baixo e vi as pernas da armadura de ouro de sagitário. Ele não ia me entregar colocou ali apenas para me provocar. Ele então começou dizendo ao ver que havia notado nas pernas da armadura de ouro:
-Vamos Hyoga!
Aquela caverna não era uma caverna normal, na verdade parecia que ela era aberta. Ao escutar aquela provocação comecei a movimentar minhas mãos, para utilizar meu cosmo em um golpe fatal, o gelo começou a subir enquanto movimentava minhas mãos, comecei a juntar todo o meu cosmo gelado em minhas mãos dizendo para ele enquanto realizava o golpe:
-Tome isso fênix, PÓ DE DIAMANTE!
Minha mão se congelou e rapidamente o gelo que estava na mesma virou pó, mas um pó poderoso. O Pó foi lançado em direção a Ikki de Fênix com todo o seu poder. O Local atrás de fenix já tinha congelado a muito tempo, antes mesmo de realizar o golpe. Quando a onda de pó se aproximou de Ikki, o mesmo levantou sua palma e fez com que tomasse um rumo diferente, um rumo no qual ela dava uma volta e voltava para mim, não daria para desviar daquilo. Fui acertado pelo meu próprio golpe e mandado para longe, o estranho é que, fui mandado para longe congelado. Havia colocado muito poder no pó de diamante e ao voltar para mim me congelou, ao bater contra a pedra o gelo quebrou, assim me libertando de meu próprio gelo. Ikki me olhava com um tom superior, ele era bem arrogante, ele então começou falar enquanto eu me recuperava:
-Ouça cisne, deveria saber que uma técnica usada uma vez não terá efeito novamente em mim. Você ainda se deixa enganar pelo fantasma da sua falecida mãe, não vai conseguir me vencer...

Ao ouvir aquelas palavras, minha pele se gelou e eu senti um calafrio em minha barriga. Como era possível? Como era possível que ele soubesse de minha mãe. Eu jamais havia contado sobre isso para ninguém, me levantei com dificuldades e também para ficar em pé tremia um pouco, Ikki continuou dizendo ao ver minha reação:
-Quer dizer que você não sabia? Meu golpe não ataca apenas o corpo ele também fere o espirito. Hyoga você vai sofrer o maior PACTO mental e EU VOU DESTRUI-LO
A mão de Ikki começou a ficar vermelha por causa de seu cosmo , ele estava preparando um golpe, ele então antes de realiza-lo gritou bem alto
-Espirito diabólico de Fênix!
O Golpe era muito poderoso, ele me acertou antes que eu pudesse me mover para esquivar, porém ele não me acertou fisicamente, sua mão passou ao lado de minha cabeça, mas mesmo assim senti uma fisgada na cabeça, paralisado eu fiquei na vida real, mas algo ainda mais estranho estava para acontecer, em minha mente estava em outro lugar, estava na Sibéria, no exato local aonde minha mãe estava, eu estava dentro da água, abrindo a porta do navio, no quarto aonde ficava a minha mãe morta, carregava uma rosa comigo, uma rosa em minha boca. Coloquei a rosa em seus cabelos dentro da água e comecei a rezar. Ela permanecia bonita como sempre, aquilo sempre me comovia...fechei os olhos e comecei a rezar mais profundamente. Estava tudo calmo, até que uma enorme explosão ocorreu, assustado me virei para ver oque era, o navio estava desabando de um modo misterioso, quando me virei para ver minha mãe, vi algo muito assustador, minha mãe levantou a cabeça, porém ela estava em uma forma esqueleto apodrecido, com os olhos caindo e a boca aberta gritando, aquilo era assustador, mas de alguma forma me fez acordar...era apensa uma visão. Cai no chão com as mãos nos ouvidos...

_________________
Evil Hecate
Thanks Thay!



[/center]
Armas:
Spoiler:
 
MensagemAssunto: Re: Enfrentando um demonio em Pessoa (Narração de Hyoga) Seg Dez 17, 2012 1:30 pm

300 de EXP
200 de Distribuição
5 Pontos Vips

Enfrentando um demonio em Pessoa (Narração de Hyoga)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» Diálogo em uma história narrada em primeira pessoa
» [TUT] Narração, Estética, Pontuação e Outras Besteiras Mais
» O que você faria se acordasse ao lado da pessoa acima?
» Bug pvp '-'
» World of Darkness - Um Mundo Ainda Mais Obscuro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Novo Fórum ! :: Area Off :: Lixeira :: Modo História :: Saga do Santuário :: Ikki de Fênix (Hyoga)-